sábado, 4 de janeiro de 2014

POEMA DA GELATINA: BENDITA DIETA JÁ! por João Maria Ludugero

POEMA DA GELATINA: BENDITA DIETA JÁ!
por João Maria Ludugero.

Seguindo o prumo de um delicioso verso
Que me guia sem fronteiras à mesa,
Viajo em linhas repletas e francas
Insistindo em crer na utopia viva
Que a vida vale em cada palavra
Dita ou imaginada, 
Num antigo ânimo.

E que somente o maior sentimento
Tem o poder de eternizar em mim
Os mais (im)prováveis ensejos 
Da velha infância
Que apesar de tudo, 
Não de mera sina, consigo
E venho de certo dizer 
Que a lida me carece em dieta...
Para assim bem viver a vida, a contento, 
Apenas vivo! 
E na crença, então, me rendo
Pelos entretidos e sensatos 
Sabores 
Da 
Gelatina!

Nenhum comentário: